O Correio Brasiliense, publicou uma reportagem (23/01/2017) com o tema “Por uma Brasília mais solidária” e citou algumas instituições e projetos que trabalham com voluntariado. A doação de seu tempo livre em prol de causas e ações sociais é uma atividade muito gratificante, mas não é a única.
A sustentabilidade financeira é o coração das Organizações da Sociedade Civil (OSC). Sem ela, não adianta realizar ações de voluntariado, pois a OSC não terá recursos nem mesmo para manter uma sede aberta.
Assim, entendemos que um planejamento estratégico direcionado à captação de recursos é fundamental para qualquer Entidade.
A OSC deve providenciar esse plano de ação visando basicamente 03 (três) metas: Institucional, Projetos Pontuais e de Investimentos.
A Meta institucional é aquela onde a OSC mensura o valor total dos recursos necessários para a manutenção da existência da Entidade, como por exemplo, custos com funcionários, água, luz, etc.
A Meta de Projetos Pontuais é a que cada projeto executado pela OSC vai necessitar para a sua realização, explificando: a OSC possui um projeto de criar 05 (cinco) bibliotecas comunitárias no prazo de 1 (um) ano.
Já a Meta de Investimentos é que q OSC precisa alcançar para expandir suas atividades, por exemplo, a OSC precisa reformar sua sede para ampliar o atendimento social.
Assim, temos que a gestão estratégica e a elaboração de um Plano de Captação de Recursos são extremamente necessárias para que a OSC realize suas atividades de forma eficiente e focada e assim, consiga atingir seus objetivos que causarão positivos impactos sociais.

Tatiana da Costa Corrêa Leite
CEO e Fundadora – REDE ENTRE NÓS
23/01/2017

A REDE ENTRE NÓS é mentora de uma das OSCs citadas na reportagem, providenciando a capacitação bem como a consultoria e assessoria na elaboração de Planos de Captação de Recursos.
Quer saber mais: contato@redeentrenos.com.br

REDE ENTRE NÓS – UMA REDE DO BEM